Conceito de Luís Filipe Silva

Ficção Científica, Fantástico, Surrealismo, Realismo Mágico, Terror, Horror, Ciberpunk e História Alternativa - e por vezes, se fôr de excelente qualidade, ainda fechamos os olhos a um certo Mainstream...

[Conheça o Manifesto]


Lançamentos |  19 Nov 2010
Uma Sensação de Déjà Vu
Os Mágicos, de Lev Grossman, fez furor durante o passado ano no mercado americano de literatura juvenil. Apresentado como uma versão de Harry Potter que decorre numa faculdade daquele grande continente (talvez não tão diferente da Harvard em que andou o autor), o livro recebeu críticas por ser, genericamente, desprovido de enredo - acusação à qual o congénere britânico poderia igualmente responder, pelo menos relativamente ao primeiro livro. Tendo nós provado deste prato para satisfazer mais curiosidade do que fome, mas ficando muito, muito aquém de atingir a meta da última página (por um lado, magia na ponta dos dedos é algo muito difícil de justificar em termos físicos, e por outro, nem na nossa época estudantil nos interessavam histórias passadas em ambientes educativos, por que nos interessariam agora?), não podemos deixar de concordar com a opinião. Além da sensação desconfortável de os professores daquela faculdade incentivarem os alunos a nunca questionarem as leis subjacentes às artes máginas, nem perguntarem sobre as origens das mesmas, algo que esperariamos incendiasse a rebeldia juvenil e colocasse todo o campus, inclusive todo o mundo, em perigo, tornando-se no principal motivo de enredo - contudo, infelizmente, aqueles adolescentes terão sido castrados, pois só se preocupam com as relações de amizade e amor que estabelecem entre si, com o ajustar-se e integrar-se... quiçá, não dedicámos tempo e páginas suficientes e apareceria mais tarde, mas a vida é curta e há tanto de melhor para ler. Ainda assim, fica a recomendação, que pode ser do vosso interesse, mas principalmente por que representa um agradável retorno da editorial Planeta ao Fantástico, e que esperamos se mantenha. Do press-release: «Quentin Coldwater, um aluno do liceu intelectualmente precoce, foge ao tédio da vida diária lendo e relendo uma série de livros de fantasia passados num país encantado chamado Fillory. Como toda a gente, o jovem parte do princípio de que a magia não é real, até que se vê de repente admitido num colégio de magia muito secreto e muito exclusivo, a norte de Nova Iorque. Ao atravessar uma viela de Brooklyn, no Inverno, Quentin vê-se, em pleno fim de Verão, nos terrenos do idílico Colégio de Pedagogia Mágica de Brakebills e depois de passar por um difícil exame de admissão, inicia um complicado e rigoroso curso de feitiçaria moderna, ao mesmo tempo que descobre as alegrias da vida escolar: amizade, amor, sexo e bebida. Porém, falta-lhe qualquer coisa. Ao mesmo tempo que aprende a lançar feitiços, a transformar-se em animal e a adquirir poderes com que nunca sonhara, Quentin descobre que a magia não lhe dá a felicidade e a aventura com que sonhava. Um livro para os leitores que cresceram a devorar fantasia e que sentem falta de livros como Harry Potter. Ou para os que adoraram o mundo mágico de Nárnia. Os Mágicos é uma sábia fusão dos dois romances mais famosos das últimas décadas.» Deste autor, existe ainda uma edição portuguesa, pela Presença, de O Códice Secreto, que surgiu e desapareceu muito discretamente, e que mistura dois géneros muito irreconciliáveis: a bibliofilia e o tecno-thriller...

(c) Luís Filipe Silva, 2003/2007. Não é permitida a reprodução não autorizada dos conteúdos.

Email
contacto@
tecnofantasia.com

Folhear

Página Inicial

Efeitos Secundários   Subscrever

Nota

A nova versão deste site ainda é Beta - o que significa que terá algumas imperfeições e conteúdos não disponíveis. Contudo, considerámos que a mudança global trazia vantagens face a estes pormenores - iremos informando à medida que melhorias sejam efectuadas. Esteja à vontade para usar o email indicado e dar-nos os seus comentários ou relatar problemas. E obrigado pela visita.
- LFS