Exposição Prolongada à Ficção Científica  

   um blog de Luís Filipe Silva


Encontra-se em modo de artigo. Para ver as outras entradas vá para a Página Inicial ou Arquivo, no menu da direita.

13 Fevereiro 2010

Há Mais Neste Comentário breve de Bráulio Tavares sobre a natureza do vanguardismo que em muitos tomos de crítica literária. Os negritos são meus.

Para mim é um cara que nasceu desprovido do prazer de burilar frases e contar histórias (assim como há quem nasça desprovido de prazer sexual), mas que admira a literatura o suficiente para querer forçar seus limites e ver até onde ela agüenta. Seu amor pela literatura é intelectual, e se dá apenas na dimensão da escrita, não na dimensão da experiência humana ali contida.

Que nem todas as histórias são para todos os leitores, já tínhamos percebido. O que esta dedução infere, e tão bem, é que nem todas as histórias são para todos os autores. E não deixa de ser interessante ponderar se determinados autores tivessem tido outros contactos iniciais com a literatura e dessa forma enveredassem por opções narrativas diferentes, se não se teriam tornado nos grandes mestres que nunca chegaram a ser.

[Link Permanente

Site integrante do
Ficção Científica e Fantasia em Português
Texto
Diminuir Tamanho
Aumentar Tamanho

Folhear
Página Inicial

Arquivo

Subscrever
Leitor universal

Adicionar ao Google Reader ou Homepage
Subscrever na Bloglines

Contacto